Este é um blogue livre de pontos de exclamação

Ilustração de Pedro Vieira
Banda sonora
últ. comentários
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
Claro, tinha que ser Nan Goldin! linda foto...
Que excelente descoberta a minha. Este blog é uma ...
Nem o Godot, nem o Supra-Camões, nem o D.Sebastião...
Parabens pelo destaque nos Blogs do sapo
mais comentados
arquivo
subscrever feeds
Terça-feira, 16 de Março de 2010

Para ler na revista Ñ.

 


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:18
link do post | comentar | partilhar

«"To this day I have this wish – she was always religious and she converted to Catholicism. I wish she had converted to Islam. She might still be alive because of the continence of Islam, the austerity, the demands it makes on you. I just sort of helplessly think it every now and then. She would only be 56 now and she'd still be here"». Declarações proferidas em Abu Dhabi, para conferir no The Guardian.

 

Martin Amis


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:09
link do post | comentar | partilhar

 Para ler no The Economist. McEwan é publicado em Portugal pela Gradiva.

 

 


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:03
link do post | comentar | partilhar

Sábado, 26 de Dezembro de 2009

Henry Miller nasceu a 26 de Dezembro de 1891, tendo falecido a 7 de Junho de 1980, em Nova Iorque. A trilogia "Sexus, Plexus, Nexus" fê-lo entrar definitivamente na História da Literatura. Mas o Senhor Palomar gostaria de deixar claro que nem toda a sua obra é sexo e suor. Há outras obras por descobrir que mostram que o autor não se limitou a descrever o erotismo (ou para alguns, a pornografia).

 

 

Quase tão famoso quanto esta trilogia, ou para outros mais famoso, é o seu relacionamento com a Anais Nin. Este relacionamento viria mesmo a dar um filme, Henry and June, com a portuguesa Maria de Medeiros, bem como o livro "Cartas a Anaïs Nin», publicado em Portugal pela Difel.

 

 
A Editorial Presença tem vindo a reeditar a obra deste autor na colecção Obras Literárias Escolhidas.
 
 
Ver mais sobre Miller aqui. Abaixo um pequeno vídeo com uma visão muito própria de Nova Iorque, pelo próprio. Imperdível.
Outros vídeos de Miller aqui.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:26
link do post | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

Comemoram-se hoje 152 anos sobre o nascimento do autor de «O Coração das Trevas», (biografia do autor aqui), recentemente publicado pela Dom Quixote na colecção Biblioteca António Lobo Antunes. Ver outras obras publicadas em Portugal aqui. «Nostromo» é apontada como a obra-prima de Conrad. Ler mais sobre esta obra .


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 11:41
link do post | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Sábado, 21 de Novembro de 2009

 

Mentir deve estar para os escritores mais ou menos da mesma forma que as bigornas de ferro fundido estão para os ferreiro-armadores. É sobre elas que moldam as ligas de metal, tal como é usando mentiras e o encapotamento que qualquer escritor que se preze avança. A verdade é um instrumento tão maleável quanto a liga de metal fundida que dá origem ao acessório que o ferreiro molda, e que mais tarde usamos para nossa inveja e necessidade. E gáudio, já agora.

 

Bolaño é um escritor de mão cheia e como tal acha que, com a verdade, pode fazer uso da ficção para nos atirar com a bigorna à cabeça, deixando-nos débeis para toda a vida.

 

Senhor Roberto Bolaño, deste lado o Senhor Palomar deixa-lhe um recado: o facto de estar morto não lhe dá o direito de nos vir assombrar.



publicado por Senhor Palomar às 22:56
link do post | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

cristinacarvalho

 

Nocturno, de seu nome, a obra será publicada pela Sextante (uma das editoras preferidas do Senhor Palomar. O lançamento é já no dia 24 de Novembro, pelas 21h30 (Ler Devagar - LX Factory).

 

Cristina Carvalho estreou-se em 1989, com a obra  “Até Já Não É Adeus. É filha do professor e poeta Rómulo de Carvalho (António Gedeão) e da escritora Natália Nunes. Publicou contos em várias revistas e jornais (Jornal de Letras, Revista Egoista, entre outros). A sua última incursão na ficção deu-se março deste ano com o romance “O Gato de Uppsala” (ver blogue), também na Sextante Editora.


etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 23:45
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 17 de Novembro de 2009

 

Pistas na Ñ. Como se todos fôssemos o Grande Irmão.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Editado diário inédito de Roland Barthes

 

Recorde-se que esta editora já leva bastante adiantada a publicação da obra completa de RB.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:24
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

- O Mundo Branco do Rapaz-Coelho, de Possidónio Cachapa. Regresso do autor de Materna Doçura, agora na Quetzal.

 

- E Então Vai Entender, de Claudio Magris. Primeiro livro do nobilizável na Quetzal.

 

- O Sítio das Coisas Selvagens, de Dave Eggers.

 

- Todas as Viúvas de Lisboa, de Alexandre Borges.

 

- A Estrela, de Vergílio Ferreira.

 

- O Livro do Homem, por João Bonifácio. Com ilustrações de Pedro Vieira.

 

- Trinta Anos de Mau Futebol, de João Pombeiro. Com ilustrações de Pedro Vieira.

 

- Salazar e os Milionários, de Pedro Castro.



publicado por Senhor Palomar às 00:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Mas o que ela merecia era todo um continente.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 10:42
link do post | comentar | partilhar

Ficamos todos muito mais descansados.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 10:38
link do post | comentar | partilhar

 

Renaudot (Quetzal) para Hubbert Haddad. Goncourt para Marie NDiaye.



publicado por Senhor Palomar às 10:29
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

 

 

Comemoram-se hoje 90 anos sobre o nascimento do autor de «Sinais do Fogo». 2009 está a ser profícuo em acontecimentos em redor deste autor: O Estado Português decidiu transladar o corpo de Sena dos EUA para Portugal, ainda este ano foi feita a doação do seu espólio à Biblioteca Nacional e em Junho deste ano a Guimarães Editores anunciou que iria reeditar toda a obra do autor (o primeiro livro sairá em Novembro).

 

Ler aqui o artigo de Fazenda Lourenço sobre Jorge de Sena.

 

O Senhor Palomar deixa ainda um pequeno texto extraído do primeiro volume de Conta-Corrente (entrada de 05 de Fevereiro de 1969), de Vergílio Ferreira, no qual este traça o perfil de um autor com o qual manteve, por vezes, uma relação de conflito: «Folheados Os Sonetos de Camões, de Jorge de Sena. Há dias ouvi-lhe uma conferência na Sociedade Nacional de Belas-Artes. Sena vive no «exílio» que escolheu. Havia pois grande expectativa. Mas o resultado ficou aquém. É uma figura singular, esta, no nosso meio cultural. Poeta, dramaturgo, ficcionista, crítico, erudito de várias erudições. E todavia Jorge de Sena não tem propriamente um «vioino de Ingres». O talento alargase-lhe por todos os sectores. Vai ser difícil arrumá-lo mais tarde. Porque todos os autores se ordenam em função de algumas ideias fundamentais, mesmo o disperso Pessoa. Jorge de Sena é múltiplo por natureza. Aliás, ele próprio parece detestar as «ideias gerais» sobre qualquer assunto.» (Vergílio Ferreira, Conta-Corrente (1969-1976), 3.ª Edição, Bertrand Editora, 1982, p.13).


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:44
link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar

Sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

 

 

O Senhor Palomar quer. Muito. [Clicar para aumentar].


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

Faz hoje 50 anos. É muito ano a comer javali. Entretanto, e para homenagear o pai da BD portuguesa de forma mais criativa, demoliu-se a casa em que Stuart Carvalhais viveu. A Câmara Municipal não exerceu o direito de preferência. O Senhor Palomar aguarda o dia em que a edilidade venha promover um qualquer concurso com o nome do pintor.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:52
link do post | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Martin Amis inspira-se numa celebridade televisiva.


etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 07:06
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

 

 

Por Angelo Gonzalez.

 

A obra chegará às livrarias no próximo mês de Novembro. Recorde-se que este é o primeiro romance do autor de Materna Doçura na Quetzal. Anteriormente, Possidónio Cachapa publicara na Assírio e Alvim (o livro de estreia foi aí), mudando-se posteriormente para a Oficina do Livro.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 10:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Terça-feira, 27 de Outubro de 2009

Vladimir Nabokov, 1965

 

No The Guardian, Robert McCrum discute sobre a publicação de The Original of Laura, obra póstuma de Nabokov que este pediu para nunca ser publicada. O filho fez ouvidos moucos e decidiu mesmo comercializar os direitos de publicação deste livro que, segundo a crítica, não está ao mesmo nível de outras obras do mesmo autor.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:01
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

A 23 de Março de 1820, o Times assinalava a morte de Keats: At Rome, on the 23rd of Feb., of a decline, John Keats, the poet, aged 25. Não tendo sido decerto intencional, bonito, o "the poet". Talvez com o lançamento do biopic em torno da sua vida, Keats consiga um pouco mais do que 52 caracteres, 9 deles para o nome do poeta, 6 para a cidade onde tudo se deu, 13 para a data, 10 para a causa, 6 para a idade, apenas 7 para a ocupação.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:16
link do post | comentar | partilhar

Arnold Schwarzenegger in the film conan the barbarian.from:

 

A Penguin acaba de publicar um volume com algumas das suas stories (cuja leitura vai para o pote). Mas entretanto vale a pena ler o artigo do Times que apresenta o autor que se considerava “a failure among failures”. Não admira que tenha posto fim à vida aos 30.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:11
link do post | comentar | partilhar

«Saramago não disse mais do que se dizia nas folhas anticlericais do século XIX ou nas tabernas republicanas no tempo de Afonso Costa. São ideias de trolha ou de tipógrafo semianalfabeto, zangado com os padres por razões de política e de inveja. Já não vêm a propósito. Claro que Saramago tem 80 e tal anos, coisa que não costuma acompanhar uma cabeça clara, e que, ainda por cima, não estudou o que devia estudar, muito provavelmente contra a vontade dele. Mas, se há desculpa para Saramago, não há desculpa para o país, que se resolveu escandalizar inutilmente com meia dúzia de patetices.» Ler na íntegra no Público.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Domingo, 25 de Outubro de 2009

O Diário de Notícias publica hoje uma entrevista ao Nobel português, conduzida por João Céu e Silva. Recorde-se que este jornalista tem publicado pela Porto Editora o volume "Uma longa viagem com José Saramago", no qual este reproduz (com pouca aparente edição) uma extensa conversa mantida com o escritor. A entrevista não adianta muito ao que já foi dito, sendo apenas interessante verificar de que forma se relacionava José Saramago com a religião em criança. Ao Senhor Palomar, por outro lado, continua a agradar a forma que João Céu e Silva tem de fazer perguntas em forma de afirmação e... com pontos de exclamação:

 

«Ia à missa quando era criança?

Levaram-me duas vezes e não gostei. Tinha sete anos e aquilo pareceu-me incompreensível. Nós morávamos na Rua Fernão Lopes, numas águas--furtadas de um prédio, em Lisboa, de cinco andares que já não existe, que era o lugar onde a arraia-miúda morava porque os mais abastados ficavam com os apartamentos mais baixos. Houve alguém de uma família muito católica que perguntou à minha mãe se ela não se importava que me levassem à missa. E à minha mãe, que tanto fazia, disse: "Pois sim, levem.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 13:49
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

«Não sei o que o futuro pensará de mim. Sempre me imaginei uma criança a brincar na praia, que às vezes encontra um seixo mais polido, uma conchinha mais bonita, enquanto o grande oceano da verdade permanece intacto à minha frente”»Durante a apresentação do novo livro, ontem.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 13:46
link do post | comentar | partilhar

 ipsilomjpg

 

A grande (curta, na verdade) apresentação de Que cavalos são aqueles que fazem sombra no mar?  foi hoje, no S. Luíz (Lisboa).


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:43
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

Um texto de José Navarro de Andrade, para ler no É tudo gente morta


etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 00:03
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

«Por que carga de água iria a Academia Sueca laurear um americano como Philip Roth, que não precisa de prémios para nada (embora os tenha recebido todos), podendo dar o prémio a uma espécie de Llansol? Para fazer a vontade aos bloggers portugueses?». Não deixem de ler este texto de Eduardo Pitta.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:08
link do post | comentar | partilhar

Desenvolvimento no The Guardian.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:02
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 20 de Outubro de 2009

Aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:00
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

 

Chama-se What the dog saw, foi recenseado pelo The Guardian e tem uma das capas mais catitas que o Senhor Palomar tem visto nos últimos tempos. Gladwell é publicado em Portugal pelas Publicações Dom Quixote, inclusive o excelente Blink.



publicado por Senhor Palomar às 00:24
link do post | comentar | partilhar

Domingo, 18 de Outubro de 2009

João Tordo sucede a valter hugo mãe, José Luis Peixoto e Adriana Lisboa, todos eles trabalhos e editados pela dupla actualmente na Quidnovi. Ler desenvolvimento no Jornal de Notícias.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:19
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 15 de Outubro de 2009

 

A conhecer o novo livro de Dawkins. Aqui e aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:01
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Afinal não foi necessário Roth ganhar o Nobel. A Dom Quixote irá reeditar Portnoy's Complaint, de Philip Roth. Data de saída: Junho de 2010. 



publicado por Senhor Palomar às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

McEwan revela-se, falando de si da sua obra, nomeadamente do último livro. Aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 15:06
link do post | comentar | partilhar

«O livro foi apresentado por António-Pedro Vasconcelos. Seria o cineasta ideal para adaptar o livro? Gosto muito dos filmes do António-Pedro, que é um realizador sensível ao personagem Jaime Ramos e à perdição que anda nesta história... Quem sabe?» Ler entrevista na íntegra aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:29
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 12 de Outubro de 2009

Ver desenvolvimento do programa no DN.



publicado por Senhor Palomar às 23:15
link do post | comentar | partilhar

Sábado, 10 de Outubro de 2009

Aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:52
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

A vencedora bem pode acreditar que não é a única a ficar surpreendida.



publicado por Senhor Palomar às 01:50
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

 


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:26
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 7 de Outubro de 2009

 


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:28
link do post | comentar | partilhar

 

Desta vez, as apostas em volta do possível vencedor estavam certas. Hillary Mantel ganhou mesmo o Booker. Vejam só o olhar de espantado da autora de Wolf Hall. Parabéns para ela (que decerto está a ler).



publicado por Senhor Palomar às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

É a Village Voice, Paris. Um dos motivos para a preferência é o que faz a diferença: «Não precisa de empregados porque tem um livreiro


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:21
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009

Mas ao que tudo indica, é Amos Oz quem está na linha da frente das apostas:

- Amos Oz 4/1

- Assia Djebar 5/1

- Joyce Carol Oates 5/1

- Philip Roth 7/1

- Adonis 8/1.



publicado por Senhor Palomar às 14:10
link do post | comentar | partilhar

 Pessoa-Crowley: a realidade que alimentou a ficção

Ler no DN.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Domingo, 4 de Outubro de 2009

Ler aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 14:04
link do post | comentar | partilhar

Entrevista no Correio da Manhã.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 13:51
link do post | comentar | partilhar

Sábado, 3 de Outubro de 2009

 

É um grande post.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 16:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

 

Para seguir na Ñ.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 16:09
link do post | comentar | partilhar

Ismail Kadaré

 

O Prémio Príncipe de Asturias de las Letras 2009 é o destaque do suplemento Babelia de hoje, do El País.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 15:46
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

Ler no La Vanguardia.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 11:31
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

Assim o diz António Lobo Antunes. Para quem não lê críticas aos seus livros, António Lobo Antunes parece dar muita importância aos críticos. Hoje chega às livrarias livrarias o mais recente livro do autor: "Que cavalos são aqueles que fazem sombra no mar?".


etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 10:44
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

 Gore Vidal

 

Desenvolvimento no Times Online.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:59
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

 

«Embora tenha publicado, em 1984, um pequeno romance (escrito a meias com Antoní Garcia Porta), a verdadeira estreia editorial de Bolaño dá-se apenas em 1993, aos 40 anos, com A Pista de Gelo. Na última década de vida, talvez assombrado pelo declinante estado de saúde, compensa o tempo perdido ao publicar a um ritmo febril. Até 2003, quando o fígado soçobrou antes de o seu nome chegar ao topo da lista de transplantes, surgiram 11 títulos, entre os quais Estrela Distante (de 1996, recentemente reeditado pela Teorema), Os Detectives Selvagens (1998, Teorema), Amuleto (1999), Nocturno Chileno (2000, Gótica) e Putas Asesinas (2001). Esta produção acelerada deveu-se em parte à vontade de deixar uma fonte de sustento para a família (mulher e dois filhos). Também por isso, ao organizar os materiais de 2666, sugeriu ao editor, Jorge Herralde, a publicação de cada uma das suas cinco partes como um livro autónomo. Contudo, quando Ignacio Echevarría, amigo e conselheiro literário, analisou e reviu os textos de Bolaño, após a sua morte, defendeu que «o valor literário da obra» só ficaria defendido com a publicação num único volume. Os herdeiros, mais sensatos e preocupados com a literatura do que os herdeiros de escritores costumam ser, concordaram. E o certo é que os direitos de autor, que entretanto começaram a chegar de todo o mundo, os livraram de vez da perspectiva de apertos económicos que tanto angustiava Bolaño.» Ler na íntegra aqui. Ao alto, uma fotografia de Daniel Mordzinski.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:03
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

Anúncio feito pelo autor no próprio blog. O novo título de Possidónio Cachapa chama-se O Mundo Branco do Rapaz-Coelho (título bem catita). O Senhor Palomar sabe de alguém que vai querer esmiuçar esta obra.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Só para que saibam. E para que não se esqueçam.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:44
link do post | comentar | partilhar

 

Para aceder ao site oficial, é favor clicar aqui. [Via Autores e Livros.]


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:41
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009

Quem sucederá a J.M. Le Clézio? Convém estar atento aos prognósticos de Eduardo Pitta. No ano passado, que o Senhor Palomar tenha notado, Eduardo Pitta foi o único a ter um palpite certeiro. 

 

Ler no Público.



publicado por Senhor Palomar às 10:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Christoph Waltz

Vidiadhar Surajprasad Naipaul, ganador del premio Nobel de Literatura de 2001

 

Patrick French escreveu uma biografia sobre Naipul, mostrando que a vida do escritor não foi nada fácil. Christoph Waltz, a propósito uma das interpretações mais inacreditáveis do cinema dos últimos 20 anos, diz que não faz mais nada do que aquilo que está no guião, como quem diz que o mérito da sua interpretação em Inglourious Basterds se deve a quem escreve e não a quem interpreta. É verdade, mas não só. Muito não só. Entretanto, há mais um motivo para ler Kafka, pois parece que melhora o nosso desempenho cognitivo. Jorge Sampaio, depois de dois mandatos presidenciais, lança-se a escrever para os mais novos, explicando-lhes o que é a política. Desde ontem, há um grande motivo para se ir até Madrid: uma retrospectiva do trabalho de Niemeyer que recupera o trabalho dos últimos 70 anos deste arquitecto. Ainda por Espanha, os críticos literários pedem mudanças no Jornalismo Cultural. E recordes atrás de recordes, Dan Brown pulveriza tudo o que é caixa registadora.



publicado por Senhor Palomar às 10:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

 

Aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:18
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

Tolkien, el señor de los espías

 

Afinal Tolkien não escreveu apenas a saga da Terra Média. Também se colocou ao serviço dos serviços britânicos secretos, durante a II Guerra Mundial. Ler aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:57
link do post | comentar | partilhar

Ler no Expresso.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:35
link do post | comentar | partilhar

Roth dixit. Será que é este ano?

 

Via Blogue LER.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:33
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Para ler no TimesOnline.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 13:18
link do post | comentar | partilhar

 

Aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:18
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 15 de Setembro de 2009

Mais um volume da colecção fotobiografias, do Círculo de Leitura, desta feita dedicada a Amadeo Sousa Cardoso. No The Guardian, perguntam-nos quão bem conhecemos Agatha Christie. E na Ñ, ao topo, qual o nosso autor indiano preferido. The year of the flood, de M. Atwood (de quem a Bertrand publicou recentemente Senhora Oráculo), é analisado no N.Y.Times. Vargas Llosa multiplica-se em testemunhospede um maior compromisso aos escritores sul-americanos, enquanto Magris nos alerta que a Europa tem muitas identidades. Fernando Pessoa é declarado tesouro nacional, por decreto-lei, como se os leitores precisassem de um papel para saber isso - bastava ter perguntado por aí. O novo livro de Dan Brown é lançado hoje e tem honras no The Telegraph. A Fundação Benedetii abriu portas ontem.


etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 08:06
link do post | comentar | partilhar

 

Começam a desvendar-se os segredos em volta do novo livro de Dan Brown, Lost Symbol. Ler no N.Y. Times. A obra será publicada em Portugal pela Bertrand.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:03
link do post | comentar | partilhar

Aqui. Faltam 11 dias.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:22
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

 

Reportagem no ABC.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:08
link do post | comentar | partilhar

 

Amanhã, pelas 18h30, na Casa do Alentejo, apresentação da obra O Sangue da Terra, de Sofia Marrecas Ferreira (Porto Editora). A apresentação estará a cargo de Francisco José Viegas e Helena Vasconcelos.

 

O Senhor Palomar aceitou o desafio da editora e em breve publicará uma entrevista feita à autora, por e-mail.


etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 00:07
link do post | comentar | partilhar

«A sua altivez amarga não se daria bem com piedades póstumas. Eduardo Lourenço falou, certeiro, do "regresso do indesejado". Anos a fio, no "antigo" como no "novo" regime - com a excepção de Ramalho Eanes -, trataram-no sempre como um intruso, como um estranho ao cânone oficial e ao "amiguismo" circular. Hoje quando olho para aquilo a que apelidam de "literatura portuguesa" - uma categoria pífia onde cabe tudo, desde o "romance" encomendado a jornalistas da moda a meninos e meninas dados a tremuras cerebrais lá onde nem sequer existe uma cabeça - percebo melhor por que é que um homem da dimensão de Sena teve de ir embora daqui para ser Jorge de Sena. Porque aqui matam as pessoas em vida para, depois de mortas, as exibir como troféus nacionais». Ler na íntegra aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:04
link do post | comentar | partilhar

Domingo, 13 de Setembro de 2009

De Santa Bárbara chegaram os ossos do poeta

que a pátria exilou. Uns pulhas de um assim chamado Ministério

da Cultura, que não dão à poesia a mínima importância,

ergueram-se a esse gesto como se não se soubesse

quanto os poetas detestam, como tantas e tantas vezes

foi provado e a paródia eleiçoeira, desta vez,

fez promover, não por amor aos versos, certamente,

mas para marcar a determinação da pequenez

em que todos morrem de fome da fartura enfatuada

desta gente. A ocasião, como é comum dizer-se,

faz o ladrão, e a estes não escapam as oportunidades

que o brio predador lhes aconselha, sujando tudo em volta,

dando a tudo o que é grande a represália de sempre,

tal como a todos os poetas já fizeram, tal como fizeram

ao Botto e agora ao Sena fazem, que esperou

mais de trinta anos para que a terra portuguesa de vez o afeiçoasse,

notando-se que como clandestino aqui chegou, agora,

não pela obra dele ou os seus actos, mas pela solerte ratice da canalha

que nunca subirá a púlpitos para pedir desculpa do mal que nos tem feito

e à poesia sempre odiará por lhe saber o fantástico poder que a cilindra.

Brancos os ossos chegam às exéquias da trasladação que por demais tardou

e não há corais de crianças das escolas a entoar-lhe cânticos,

não se promove gente a ler-lhe os livros, não se lhe divulga a obra,

nem os telejornais abrem com a notícia da chegada justa,

a todos convocando não só a que assistam e aprendam, mas que usem

a sua arte de música e de palavras para a ampliar a verdade e a liberdade,

o corpo e os sentidos, a dignidade de resistir a tudo,

por mais que o vilipêndio se prolongue e se não salde nunca a dívida.

Não é para admirar. De humilhações, exílios e imbecilidades sofreu Jorge de Sena

durante toda a vida e este misto de preito e de omissão está na linha

do que a pandilha execrável é capaz, tratando-se de dar com uma mão

para tirar com a outra, como é próprio do descaramento e do oportunismo

que, imparável, os há-de condenar ao esquecimento de nunca terem nome,

nem espinha dorsal, nem verticalidade, nem ossos que alguma vez possam

passar por nossos.

 

Amadeu Baptista (inédito)


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:18
link do post | comentar | partilhar

Ler no El País.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 13:10
link do post | comentar | partilhar

André Carrilho.

 

Quem é o diz é Manuel Alegre no seu website, acerca da transladação dos restos mortais de Sena para Portugal. Ler notícia do Público.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 12:50
link do post | comentar | partilhar

Sábado, 12 de Setembro de 2009

Ler a reportagem de Isabel Coutinho, publicada no P2 de ontem, aqui.

 

Recorde-se que a Guimarães Editores irá reeditar toda a obra do autor de Sinais de Fogo, juntando este nome a Agustina, Ferreira de Castro, Joaquim Paço de Arcos, dos quais publica(rá) igualmente toda a obra. 

 

Vale também a pena ir ao blog da Fundação José Saramago, que criou uma área especial de homenagem a Jorge de Sena.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 18:18
link do post | comentar | partilhar

Ler aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 13:06
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

 

 



publicado por Senhor Palomar às 14:22
link do post | comentar | partilhar

 

 

É seguir o conselho.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:52
link do post | comentar | partilhar

Interview with Peter Carey from Granta magazine on Vimeo.

Retirado daqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:20
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

 

Ler reportagens no La Vanguardia e no El País.



publicado por Senhor Palomar às 13:12
link do post | comentar | partilhar

H.G. Wells

 

Jovens "Verdes" defendem-se dos "ataques aos direitos da juventude. Perfil e obra do autor inglês aqui.

 

 


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 12:37
link do post | comentar | partilhar

Confiram aqui. E não deixem de ler o comentário de José Mário Silva.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 04:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

 

Recordes é com ele.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 04:00
link do post | comentar | partilhar

Compiladas em livro. As cartas referem-se ao período 1934-1957. Ler no La Vanguardia.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 03:58
link do post | comentar | partilhar

Reportagem no JN.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 03:57
link do post | comentar | partilhar

 

Para ler na Ñ.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 03:47
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

Banks

 

Discussão aberta no The Guardian.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 15:14
link do post | comentar | partilhar

Ler no La Vanguardia.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 11:42
link do post | comentar | partilhar

 Europa recuerda a Simenon, el «atleta de la pluma»

 

Ler no ABC.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:15
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 8 de Setembro de 2009

Premian a Stieg Larsson por su lucha contra la violencia de género

 

Ler no El País, no ABC e no Público.



publicado por Senhor Palomar às 19:12
link do post | comentar | partilhar

JM Coetzee and Hilary Mantel

 

- “The Children's Book”, de A. S. Byatt (Random House, Chatto and Windus),

- “Summertime” de J. M. Coetzee (Random House, Harvill Secker),

- “The Quickening Maze”, de Adam Foulds (Random House, Jonathan Cape),

- “Wolf Hall”, de Hilary Mantel (HarperCollins, Fourth Estate),

- “The Glass Room”, de Simon Mawer (Little, Brown) e

- “The Little Stranger”, de Sarah Waters (Little, Brown, Virago).

 

Ler no Público e no The Guardian. Ao alto, JM Coetzee e Hilary Mantel, imagens retiradas do jornal britânico.



publicado por Senhor Palomar às 14:05
link do post | comentar | partilhar

 

Apresentado na Ñ e no ABC.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:47
link do post | comentar | partilhar

 

 Ler aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:43
link do post | comentar | partilhar

Jorge de Sena: trasladação para Cemitério dos Prazeres adiada um dia.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:24
link do post | comentar | partilhar

 

No The Guardian. Coupland encontra-se publicado em Portugal pela LeYa-Teorema.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:51
link do post | comentar | partilhar

 Aristófanes

Aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:27
link do post | comentar | partilhar

Veja aqui porquê.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:11
link do post | comentar | partilhar

Lobo Antunes e Siza Vieira, juntos, em Espanha.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:06
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 7 de Setembro de 2009

Ver site oficial aqui. Discussão aqui


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 01:22
link do post | comentar | partilhar

Sábado, 5 de Setembro de 2009

A propósito do mais recente livro de Isabel Allende, La Isla bajo el mar, o El País publica hoje uma reportagem dedicada à autora. O primeiro capítulo do novo livro pode ser lido aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 21:14
link do post | comentar | partilhar

O PNET Literatura reforçou a sua equipa de colunistas, com um ingresso de peso: Vasco Graça Moura. O (por ordem de importância) poeta, tradutor, romancista e eurodeputado junta-se assim a nomes como Eduardo Pitta, valter hugo mãe e Almeida Faria. O primeiro texto, intitulado "Erros de Português", já pode ser lido aqui.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 19:05
link do post | comentar | partilhar


pesquisar
 
posts recentes

Sartre: diário inédito.

Martin Amis e o desejo qu...

Um regresso solar de McEw...

HENRY MILLER (1891-1980)....

JOSEPH CONRAD (1857-1924...

ligações
etiquetas

agradecimentos e referências ao sr. palo(76)

alêtheia(2)

angelus novus(3)

antígona(5)

assírio e alvim(9)

autores(508)

bertrand(7)

bibliotecas(5)

campo das letras(2)

casa das letras(2)

contraponto(1)

da literatura e de outras artes(58)

desaparecimentos(3)

design editorial(2)

divulgação(49)

e agora para algo completamente diferent(9)

edições 70(4)

edições nélson de matos(1)

editorial presença(8)

efemérides(2)

escritor é um bicho violento(6)

estado(1)

eventos(7)

fixações listas tops e directórios do sr(80)

gradiva(3)

guerra e paz(2)

guimarães editores(5)

histórias do livro(53)

leya asa(2)

leya caminho(11)

leya lua de papel(3)

leya oceanos(8)

leya publicações dom quixote(35)

leya teorema(11)

livreiros e livrarias(2)

livro de reclamações(1)

livro electrónico e outros gadgets(10)

livros(188)

manifestos(6)

nova vega(1)

o esplendor de portugal(1)

o senhor palomar agradece(8)

o senhor palomar ainda vai à bancarrota(1)

o senhor palomar confessa-se(34)

o senhor palomar dialoga(2)

o senhor palomar é falível e erra(3)

o senhor palomar entrevista(1)

o senhor palomar está ao serviço da comu(2)

o senhor palomar faz serviço público(1)

o senhor palomar não gosta de dar estas(1)

o senhor palomar recomenda(24)

o senhor palomar reflecte(1)

o senhor palomar responde(1)

o senhor palomar tem dúvidas(16)

o senhor palomar vai a votos(1)

oficina do livro(2)

penguin(1)

planeta(1)

polémicas(54)

porto editora(14)

prémios e distinções(29)

profissionais da edição(9)

quetzal editores(26)

quidnovi(1)

recensão literária(57)

relógio d'água(6)

revistas imprensa magazines(13)

saída de emergência(1)

sextante editora(1)

teatro(2)

tendências e géneros(14)

tinta-da-china(7)

todas as tags