Este é um blogue livre de pontos de exclamação

Ilustração de Pedro Vieira
Banda sonora
últ. comentários
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
Claro, tinha que ser Nan Goldin! linda foto...
Que excelente descoberta a minha. Este blog é uma ...
Nem o Godot, nem o Supra-Camões, nem o D.Sebastião...
Parabens pelo destaque nos Blogs do sapo
mais comentados
arquivo
subscrever feeds
Sexta-feira, 24 de Julho de 2009
Em pouco mais de 10 horas, o Senhor Palomar recebeu diversos e-mails e comentários de apoio ao apelo para que se elimine definitivamente essa praga nefasta chamada ponto de exclamação.

Francisco José Viegas propôs a criação de um «banner» para «Blogs livres de pontos de exclamação na caixa de comentários e já dissertou sobre o assunto no seu blogue: «Quanto ao ponto de exclamação, o abuso na sua utilização apenas prolonga a histeria do autor, a gritaria, e muitas vezes a sem-razão de um texto, para não mencionar a agressividade ou o gosto português pela indignaçãozinha [...] O ponto de exclamação é um excesso de ruído que não acorda ninguém, uma espécie de martelo pneumático colocado no final de uma frase.»

Diga-se que FJV, além da erradicação do ponto de exclamação, propõe o mesmo tratamento para as reticências. O Senhor Palomar subscreve também esta posição, apesar de admitir que, em situações de maior cansaço, também as utiliza.

Cprince e AnaMar, pelo que dão a entender, subscreverão a petição, caso esta venha a existir.

A sugestão do Senhor Palomar é que se comece por esse banner. Bom era que o Pedro Vieira aceitasse o desafio.


publicado por Senhor Palomar às 15:46
link do post | comentar | partilhar

10 comentários:
De CPrice (once) a 24 de Julho de 2009 às 16:15
sorrio meio envergonhada confessando-me culposa de outro delito apontado, e bem, por FJV .. o uso (e abuso) das reticências, que no meu caso são só duas. Amenizará a pena? ;)

Saudações


De carlaromualdo a 24 de Julho de 2009 às 17:04
Eu proponho que se inclua na petição o uso do neoologismo "bom-dia".
É uma praga que até já chegou aos "posts" das editoras.


De portalivros a 24 de Julho de 2009 às 17:07
O que está em causa, o ponto de exclamação ou o abuso na sua utilização? Álcool em excesso (ou chocolate) também pode fazer mal, vamos eliminá-los? Rui Azeredo


De Senhor Palomar a 24 de Julho de 2009 às 17:11
Carlaromualdo,
vamos por partes. Se se começa a elencar tudo o que pretendemos eliminar, ainda despertamos o Salazar que temos dentro de nós.

Rui,
eliminá-los. Ponto.
Alcool em excesso: não entendo o conceito.
Abraço amigo.


De portalivros a 24 de Julho de 2009 às 17:25
Vejamos: álcool em excesso duplica a visão, se se estiver a ler a revista "iHola!" leva-se com quatro "!" de uma só vez. sim, porque em Espanha o problema é muito mais grave!!!!! ops, desculpem! bolas... outra vez, ahhhh reticências!!!

Abraço

Rui


De Senhor Palomar a 24 de Julho de 2009 às 17:27
Bom, nesse sentido o Senhor Palomar é forçado a dar-lhe razão.
abraço


De Senhor Palomar a 24 de Julho de 2009 às 18:58
Mais um subscritor:

http://vidadecadela.blogspot.com/2009/07/o-senhor-palomar-nao-gosta-de-autores.html


De pedro vieira a 25 de Julho de 2009 às 17:33
a minha mãezinha sempre me industriou no sentido de não dar confiança a estranhos. nem sei que diga, preciso de fazer com ela uma loya jirga, para decidir se é esse o caso de um tal palomar.


De Senhor Palomar a 25 de Julho de 2009 às 19:44
Meu caro Pedro Vieira, devemos sempre seguir os conselhos da nossas mãezinhas. O senhor Palomar faz-lhe apenas notar que o Pedro conhecerá outros intervenientes nesta história, casos do FJV.

Um abraço amigo do
palomar


De Miss Kin a 31 de Julho de 2009 às 16:20
Tens tido más experiências com o ponto de exclamação... A mim não me faz comichão, é claro que pontos de exclamação a mais gritam um bocado, mas usados com a moderação que um texto sem histerismos requer, não vejo a dificuldade.
Não lhe tenho ódiozinho de estimação.


Comentar post

pesquisar
 
posts recentes

O movimento dos leitores ...

Freud e Jung, por Cronenb...

Sabor a Brasil.

Amalfitano.

Molly Bloom.

ligações
etiquetas

agradecimentos e referências ao sr. palo(76)

alêtheia(2)

angelus novus(3)

antígona(5)

assírio e alvim(9)

autores(508)

bertrand(7)

bibliotecas(5)

campo das letras(2)

casa das letras(2)

contraponto(1)

da literatura e de outras artes(58)

desaparecimentos(3)

design editorial(2)

divulgação(49)

e agora para algo completamente diferent(9)

edições 70(4)

edições nélson de matos(1)

editorial presença(8)

efemérides(2)

escritor é um bicho violento(6)

estado(1)

eventos(7)

fixações listas tops e directórios do sr(80)

gradiva(3)

guerra e paz(2)

guimarães editores(5)

histórias do livro(53)

leya asa(2)

leya caminho(11)

leya lua de papel(3)

leya oceanos(8)

leya publicações dom quixote(35)

leya teorema(11)

livreiros e livrarias(2)

livro de reclamações(1)

livro electrónico e outros gadgets(10)

livros(188)

manifestos(6)

nova vega(1)

o esplendor de portugal(1)

o senhor palomar agradece(8)

o senhor palomar ainda vai à bancarrota(1)

o senhor palomar confessa-se(34)

o senhor palomar dialoga(2)

o senhor palomar é falível e erra(3)

o senhor palomar entrevista(1)

o senhor palomar está ao serviço da comu(2)

o senhor palomar faz serviço público(1)

o senhor palomar não gosta de dar estas(1)

o senhor palomar recomenda(24)

o senhor palomar reflecte(1)

o senhor palomar responde(1)

o senhor palomar tem dúvidas(16)

o senhor palomar vai a votos(1)

oficina do livro(2)

penguin(1)

planeta(1)

polémicas(54)

porto editora(14)

prémios e distinções(29)

profissionais da edição(9)

quetzal editores(26)

quidnovi(1)

recensão literária(57)

relógio d'água(6)

revistas imprensa magazines(13)

saída de emergência(1)

sextante editora(1)

teatro(2)

tendências e géneros(14)

tinta-da-china(7)

todas as tags