Este é um blogue livre de pontos de exclamação

Ilustração de Pedro Vieira
Banda sonora
últ. comentários
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
Claro, tinha que ser Nan Goldin! linda foto...
Que excelente descoberta a minha. Este blog é uma ...
Nem o Godot, nem o Supra-Camões, nem o D.Sebastião...
Parabens pelo destaque nos Blogs do sapo
mais comentados
arquivo
subscrever feeds
Quarta-feira, 31 de Março de 2010

E agora está no Douta Ignorância, acompanhado pelo Bruno Vieira Amaral e pelo Rui Passos Rocha. Só não lhe peçam para que esteja de acordo convosco. O Senhor Palomar está muitas vezes contra. Mas gosta quase sempre.



publicado por Senhor Palomar às 19:01
link do post | comentar | partilhar

Luís Naves. Um abraço.



publicado por Senhor Palomar às 18:49
link do post | comentar | partilhar

Parece que a partir de agora, o aparelho vai passar a chamar-se Magalhães Couto.

«JP Sá Couto reclama “paternidade” do Magalhães»



publicado por Senhor Palomar às 18:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Oito mil livros vendidos depois, está encontrado o próximo José Sócrates.

«Passos Coelho eleito com 61,20 por cento dos votos, segundo resultados finais».



publicado por Senhor Palomar às 18:30
link do post | comentar | partilhar

A infâmia tem um nome.

Chama-se As Beiras, mas está localizado em Coimbra. Recorde-se que esta publicação reproduziu uma ilustração do talentoso Pedro Vieira, sem nada dizer a ninguém. Chico-espertice, portanto.



publicado por Senhor Palomar às 18:27
link do post | comentar | partilhar

O Senhor Palomar comove-se por tudo e por nada.

E agradece.



publicado por Senhor Palomar às 18:26
link do post | comentar | partilhar

À atenção de Maria João Freitas, namorada de Wittgenstein.

Sir Christopher Lee lê Jabberwocky, de Carroll. Na British Library. Vídeo aqui. E não se esqueçam de ir passando pelo blog da Senhora Wittgenstein (como é óbvio todos os namoros são para casar, mesmo os que não são), que nos últimos dias tem dado largas à sua grande fixação por Alice.



publicado por Senhor Palomar às 10:15
link do post | comentar | partilhar

E o pior é que isto é verdade.

«"Já não somos Günther Grass, somos Harry Potters”»



publicado por Senhor Palomar às 10:05
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 30 de Março de 2010
Isto só prova que o Wall Street Journal é uma publicação de altíssima qualidade.

«Notícia do Benfica entre as mais lidas do "The Wall Street Journal"»



publicado por Senhor Palomar às 15:13
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 29 de Março de 2010
O III Reich em Espanha.

Analisado pela Ñ. Reforce-se que O III Reich é publicado em Portugal pela Quetzal, na primeira tradução mundial da obra.

 



publicado por Senhor Palomar às 10:09
link do post | comentar | partilhar

Sábado, 27 de Março de 2010
Uma vergonha.

O Pedro Vieira foi roubado. E como a culpa morre solteira, o mais certo é que a este jornal (assim designado à falta de melhor definição), aconteça o mesmo que aconteceu da outra vez. Nada, portanto. Abaixo, o recorte postado pelo próprio Pedro Vieira. Para vergonha pública de quem autorizou a publicação sem autorização. O Senhor Palomar já nem fala de pagamento.

 



publicado por Senhor Palomar às 17:10
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 26 de Março de 2010
À atenção de todos os que estiveram na Corrente D'Escritas.

Terá isto alguma coisa a ver com a revolução amarela? Tem, Isabel Coutinho?



publicado por Senhor Palomar às 17:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Devem ser isto o que lá fora chamam de "very promotable", ou quando o Senhor Palomar tem um ataque de machismo reles.

'Chelsea Chelsea Bang Bang' by Chelsea Handler

 

Chelsea Handler de sua graça.



publicado por Senhor Palomar às 17:22
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 25 de Março de 2010
Solar em estreia. Em Portugal e nos países de língua inglesa.

Ian McEwan ilumina portugueses com 'Solar'


Solar, de McEwan (Gradiva), foi lançado ao mesmo tempo de todos os países de língua inglesa. Ler no DN.



publicado por Senhor Palomar às 15:29
link do post | comentar | partilhar

Agora e na hora do 30.º aniversário sobre a morte de Barthes, um inédito.

Para quando a publicação pela Edições 70?



publicado por Senhor Palomar às 15:23
link do post | comentar | partilhar

The original of Laura, visto à lupa.

Vale a pena ler o artigo de Brian Boyd que analisa com particular rigor o inédito de Nabokov, publicado o ano passado. Recorde-se que o autor não pretendia ver publicado esta obra. Convém assinalar ainda que, já em 1950, Nabokov queria queimar um original, naquela altura ainda incompleto. Chamava-se Lolita. Ler aqui.



publicado por Senhor Palomar às 15:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Terça-feira, 23 de Março de 2010
Sobre aquele jogo do passado domingo, no qual o SLB deu 3 sem resposta do adversário, nada a dizer.

O Francisco José Viegas, emérito portista, já disse tudo. Tudo o mais são crónicas de uma morte pouco anunciada.



publicado por Senhor Palomar às 12:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Que dane o Gógol. Viva o Benfica.

Jaime Bulhosa é que a sabe toda: http://livrariapodoslivros.blogspot.com/2010/03/o-nariz.html (sim, com a nova plataforma o Senhor Palomar também ficou sem saber como fazer links silenciosos, isto é, sem o comboio da hiperligação que aparece na barra de endereço).



publicado por Senhor Palomar às 12:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Ainda a plataforma.

O Senhor Palomar pede desculpa por hoje só falar de edição do blog, no lugar de edição literária, mas as mudanças são tantas (mesmo para quem ainda não chegou aos "entas"), que está perturbado. E não querendo servir disto desculpa, pondera tirar umas (outras) férias. Até ter tempo e paciência para enfrentar as mudanças. Kafkiano por kafkiano, o Senhor Palomar prefere o original.



publicado por Senhor Palomar às 10:26
link do post | comentar | partilhar

A muito custo, aqui fica o dito anúncio.

 

Que pena que o Sapo tenha querido assimilar os vícios e erros do blogger. A plataforma está mais burocrática, mais chata, mais difícil e com menos funcionalidades. Ou alguém explica ao Senhor Palomar como é que faz para, por exemplo, sabendo qual a largura que quer para a imagem, a plataforma devolver, proporcionalmente, o tamanho na vertical? Melhor ainda, alguém pode informar o Senhor Palomar se é possível continuar a editar os posts na plataforma antiga?
Não querendo ser (ainda mais chato), porque é que o Senhor Palomar deixa uma linha entre parágrafos e a plataforma elimina essas linhas vazias?
O Senhor Palomar agradece.


publicado por Senhor Palomar às 10:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

O Senhor Palomar jura que até queria voltar ao convívio blogosférico, mas o Sapo mudou tanto a plataforma de edição (a excepcional equipa da estrutura que o desculpe) que não está a conseguir.

Mas ainda assim o Senhor Palomar gostaria de dizer que a Angelus Novus desenhou um belíssimo anúncio para comunicar o excelente Caderno de Memórias Coloniais, de Isabela Figueiredo. Se conseguir ainda vai colocar aqui o anúncio.



publicado por Senhor Palomar às 10:13
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 19 de Março de 2010
Pedido sincero de desculpas a quem importa ou a forma ordinária do Senhor Palomar de não passar por ser um total idiota. E ingrato.

O Senhor Palomar é um ingrato. Voltou, começou a garatujar umas coisas, foi postando e não avisou ninguém. Sobretudo quem importa. É um ingrato e merece ser devidamente punido com a sobranceria de todos. Por isso mesmo e sem ironias, o Senhor Palomar espera pouca atenção de ora em diante. Um tipo que desaparece durante uns tempos e se esquece do que é importante não merece ser lido, citado, linkado, muito menos visitado. Mas sejam muito bem-vindos todos aqueles que ainda por aqui passam, ao fim de tanto silêncio.



publicado por Senhor Palomar às 16:01
link do post | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Supõe-se que não serão computadores Magalhães.

«Vários deputados do PS fecharam com força os seus computadores em protesto contra as explicações do presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, sobre a natureza de serviço público daqueles computadores


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 14:02
link do post | comentar | partilhar

Não é só o Dumbo que faz anos. Philip Roth também (não que as personalidades estejam relacionadas). 77 para se ser mais preciso.

Lembrança do livreiro, ilustrador, autor, dj, entre outros, Pedro Vieira. Recentemente, foi anunciado que Pedro Vieira se prepara para lançar o seu primeiro romance. Título avançado: «Última estação: Massamá». Editora ainda por revelar.

 

[philip+roth.jpg]

 

 



publicado por Senhor Palomar às 13:50
link do post | comentar | partilhar

Albergue espanhol faz contratação de peso.

Na verdade, até nem é assim tão pesada. É alta, mas não é pesada. É a Mónica Marques, autora do Sushi Leblon e do quente Transa Atlântica (Quetzal). Para (per)seguir aqui.

 



publicado por Senhor Palomar às 13:08
link do post | comentar | partilhar

O melhor blog de língua portuguesa dedicado aos livros atingiu o milhão de pageviews.

Parabéns, José Mário Silva.



publicado por Senhor Palomar às 13:06
link do post | comentar | partilhar

Dumbo faz 70 anos.

O elefante que a Disney celebrou tem como base o conto "Dumbo, el elefante volador", de Helen Aberson e Harold Pearl. Agora já com 70 anos, quem diria, é lançada uma edição especial da película, por parte do gigante norte-americano. Para ler no La Vanguardia.

 

Dumbo cumple 70 años y Disney lo celebra con una edición extraordinaria en DVD y Blu-ray, que incluye escenas y canciones eliminadas, y varios documentales sobre este clásico de principios de los años 40



publicado por Senhor Palomar às 12:59
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 18 de Março de 2010
Don deLillo e o ponto omega.

 

Novo livro do norte-americano para conhecer na Ñ.



publicado por Senhor Palomar às 13:20
link do post | comentar | partilhar

Hobbit, de Tolkien, por Guillerme del Toro.

Em dois volumes, que é como quem diz em dois filmes, para fazer render o peixe. Gravações arrancam em Julho. Realização a cargo do senhor abaixo, Guillerme del Toro.

 

El cineasta mexicano, Guilliermo del Toro. | Karolina Webb



publicado por Senhor Palomar às 13:15
link do post | comentar | partilhar

Por que são os policiais nórdicos tão bem sucedidos?

O The Economist dá algumas pistas. Ao baixo, uma representação de Lisbeth Salander, a partir da adaptação europeia da trilogia de Larsson. Relembre-se que os estúdios norte-americanos da Columbia anunciaram recentemente que irão levar ao grande ecrã uma nova adaptação dos livros.

 



publicado por Senhor Palomar às 13:13
link do post | comentar | partilhar

O Senhor Palomar já ficava satisfeito que todos os norte-americanos soubessem ler e escrever.

Todos os americanos terão acesso a banda larga na próxima década.



publicado por Senhor Palomar às 12:21
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 17 de Março de 2010
Poesia vintage. Colheita de 2009.

 

 

Edição Fnac / Assírio Alvim, por 4 euros. Compilação dos melhores versos de 2009.


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 14:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Este é um daqueles livros que, estava-se mesmo a ver, ia acabar por aparecer.

 

 

Uma edição Tinta-da-China, que já publica as crónicas do outro gato, Ricardo de Araújo Pereira. É favor clicar na imagem para mais detalhes.


etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 14:47
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 16 de Março de 2010
Sartre: diário inédito.

Para ler na revista Ñ.

 


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:18
link do post | comentar | partilhar

A solidão dos números primos, de Paolo Giordano (Bertrand), revisitado pelo N.Y.Times.

Um dos grandes livros de 2009, publicado pela Bertrand (capa abaixo). Recensão para ler no N.Y.Times.

 



publicado por Senhor Palomar às 17:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Martin Amis e o desejo que a irmã, falecida em 2000, se tivesse convertido ao Islão.

«"To this day I have this wish – she was always religious and she converted to Catholicism. I wish she had converted to Islam. She might still be alive because of the continence of Islam, the austerity, the demands it makes on you. I just sort of helplessly think it every now and then. She would only be 56 now and she'd still be here"». Declarações proferidas em Abu Dhabi, para conferir no The Guardian.

 

Martin Amis


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:09
link do post | comentar | partilhar

Correspondência inédita de um dos mais relapsos escritores de sempre. Salinger, pois claro.

As cartas datam do período 1951-1993 e têm como interlocutor Michael Mitchell, um dos amigos íntimos do autor norte-americano, autor da primeira capa de À espera no centeio. Ler no El Mundo. Fica a pergunta: para quando os inéditos da arca? Para já fica a notícia de, com as cartas, terem sido divulgados 9 contos inéditos.

 

Cartas de Salinger a Mitchell, 1951-1993. | Foto: G. Haber (Morgan Library)



publicado por Senhor Palomar às 17:06
link do post | comentar | partilhar

Um regresso solar de McEwan.

 Para ler no The Economist. McEwan é publicado em Portugal pela Gradiva.

 

 


etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:03
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 15 de Março de 2010
Considerações meio desnecessárias.

1. Já víamos Alice a 3D, mesmo sem óculos. Só precisávamos do livro.

 

2. Com o livro nas mãos, nunca ficámos com dores de cabeça. 

 

3. Tim Burton é um génio, mas Carroll é-lhe superior. Ou dito de outra forma, desta vez Carroll leva vantagem.

 

4. Alice, de Burton, não é um big fish.

 



publicado por Senhor Palomar às 14:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

pesquisar
 
posts recentes

O movimento dos leitores ...

Freud e Jung, por Cronenb...

Sabor a Brasil.

Amalfitano.

Molly Bloom.

ligações
etiquetas

agradecimentos e referências ao sr. palo(76)

alêtheia(2)

angelus novus(3)

antígona(5)

assírio e alvim(9)

autores(508)

bertrand(7)

bibliotecas(5)

campo das letras(2)

casa das letras(2)

contraponto(1)

da literatura e de outras artes(58)

desaparecimentos(3)

design editorial(2)

divulgação(49)

e agora para algo completamente diferent(9)

edições 70(4)

edições nélson de matos(1)

editorial presença(8)

efemérides(2)

escritor é um bicho violento(6)

estado(1)

eventos(7)

fixações listas tops e directórios do sr(80)

gradiva(3)

guerra e paz(2)

guimarães editores(5)

histórias do livro(53)

leya asa(2)

leya caminho(11)

leya lua de papel(3)

leya oceanos(8)

leya publicações dom quixote(35)

leya teorema(11)

livreiros e livrarias(2)

livro de reclamações(1)

livro electrónico e outros gadgets(10)

livros(188)

manifestos(6)

nova vega(1)

o esplendor de portugal(1)

o senhor palomar agradece(8)

o senhor palomar ainda vai à bancarrota(1)

o senhor palomar confessa-se(34)

o senhor palomar dialoga(2)

o senhor palomar é falível e erra(3)

o senhor palomar entrevista(1)

o senhor palomar está ao serviço da comu(2)

o senhor palomar faz serviço público(1)

o senhor palomar não gosta de dar estas(1)

o senhor palomar recomenda(24)

o senhor palomar reflecte(1)

o senhor palomar responde(1)

o senhor palomar tem dúvidas(16)

o senhor palomar vai a votos(1)

oficina do livro(2)

penguin(1)

planeta(1)

polémicas(54)

porto editora(14)

prémios e distinções(29)

profissionais da edição(9)

quetzal editores(26)

quidnovi(1)

recensão literária(57)

relógio d'água(6)

revistas imprensa magazines(13)

saída de emergência(1)

sextante editora(1)

teatro(2)

tendências e géneros(14)

tinta-da-china(7)

todas as tags