Este é um blogue livre de pontos de exclamação

Ilustração de Pedro Vieira
Banda sonora
últ. comentários
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
Claro, tinha que ser Nan Goldin! linda foto...
Que excelente descoberta a minha. Este blog é uma ...
Nem o Godot, nem o Supra-Camões, nem o D.Sebastião...
Parabens pelo destaque nos Blogs do sapo
mais comentados
arquivo
subscrever feeds
Terça-feira, 30 de Junho de 2009
Ler no N.Y.Times. Via twitter LER.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:33
link do post | comentar | partilhar

«Moçambique e África são temas presentes em suas obras. Você acha que é preciso expandir a realidade africana para o mundo?
Os que pensam, na verdade, não pensam. Para os que pensam a África, a ideia já está formada. Acham que já sabem. Que seja por uma romantização de esquerda ou direita. A África que existe na cabeça da maioria das pessoas é folclorizada, idealizada. É uma África que não existe. E os próprios africanos assumiram essa imagem. Acredita-se que a África é assim não por questões históricas, mas por uma espécie de genética do continente.»

Ler na íntegra aqui.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:32
link do post | comentar | partilhar

Faz hoje 522 anos que foi impresso o primeiro livro em Portugal
Ler aqui. [via Twitter Bibliofilmes]
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:29
link do post | comentar | partilhar

O Senhor Palomar acertou. Será que a Porto Editora também lhe vai dar um prémio?
O Senhor Palomar acertou na mouche. Não só revelou o mistério sobre que obra estaria relacionada com o General Zia, como, inadvertidamente, acabou por colocar a capa original que viria a ser adaptada para o mercado português. Ver no Porta-Livros, um dos blogs seleccionados pela Porto Editora para levar a cabo esta iniciativa.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 22:49
link do post | comentar | partilhar

França em grande em Paraty
Notícia do Publishing News.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 22:34
link do post | comentar | partilhar

365 em distribuição gratuita
A Revista 365 (www.revista365.com) agora é de distribuição gratuita. Neste número especial, reune-se alguns textos anteriormente publicados. Constam da lista nomes como Fernando Ribeiro, João Pereira Coutinho, José Luís Peixoto, Pedro Sena-Lino e valter hugo mãe.

A direcção é de Fernando Alvim, a edição de António Gregório e Carina Fonseca, e o design de Alex Gozblau.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 22:31
link do post | comentar | partilhar

Chega hoje às livrarias



etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 16:38
link do post | comentar | partilhar

Brasil satisfeito com o Acordo Ortográfico
A discussão continua acesa, mas do Brasil chegam ventos que dão conta do sucesso da implementação do acordo o ortográfico. Claro que nestas coisas há sempre vinte que ficam satisfeitos e outros tantos que ficam aborrecidos. Mas fica aqui a nota.

publicado por Senhor Palomar às 16:35
link do post | comentar | partilhar

Valentim de Carvalho, que em tempos deteve parte da Oficina do Livro, abriu falência
Ler no Público.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 16:33
link do post | comentar | partilhar

Passeios literários: o roteiro Brontë
Para ler no Times.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:28
link do post | comentar | partilhar

Pequena Enciclopédia da Noite, de Carlos Nejar (Quasi), por José Mário Silva
«Neste livro que reúne meia centena dos seus «melhores poemas», de Livro de Silbion (1963) a Sonetos do Paiol ao sul da Aurora (1997), Nejar oferece ao leitor uma viagem-relâmpago ao fulcro da sua obra, por muito que a «apertadíssima escolha» provoque no poeta português António Osório, autor da nota introdutória, uma não escondida perplexidade: «Mas como ousou Carlos Nejar, senhor de uma obra imensa [perto de 30 títulos], reduzi-la a… 50 poemas? E os “melhores”, porquê os melhores? Os outros, as inúmeras centenas, não contam? Serão eles menores?»

Ler na íntegra aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:12
link do post | comentar | partilhar

Destinos literários
Escolher destinos de férias pela Literatura: Lisboa, Paris, Dublin, Berlim, Atenas...

Para consultar no El Mundo.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:11
link do post | comentar | partilhar

Entrevista: Philip Roth (11.10.2004)
Entrevista dada aquando do lançamento de “A Conspiração contra a América” (Publicações Dom Quixote).


etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 08:11
link do post | comentar | partilhar

100 livros online que toda a gente deveria ler
Melville, Joyce, Kafka, Stevenson, Hesse, Dickens, Shakespeare, Poe, Wilde, Conrad, Dostoevsky, Twain, Flaubert, Darwin, Caroll, Swift, Vergílio, Homero, Sun Tzu, Aristóteles, entre outros: muitos outros. Lista completa aqui.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:10
link do post | comentar | partilhar

O Filho da Mãe, de Bernardo Carvalho, por Eduardo Pitta (Cotovia)
«O seu último romance, O filho da mãe, um projecto encomendado (o autor teria de passar três meses numa cidade estrangeira e situar lá o plot), tem São Petersburgo como cenário. O título tem que ver com o facto de existir uma associação de mães que zela pelos interesses dos filhos destacados à força para a Tchetchénia. Bernardo Carvalho viveu em São Petersburgo durante uns meses. Um susto. O livro fala da nova Rússia. A Rússia dos arqui-milionários, do consumismo desenfreado, das máfias. A Rússia que deixou de ser URSS mas não abdicou do ocupar a Tchetchénia. Fala de desespero e humilhação: oficiais do exército russo que obrigam recrutas e soldados a prostituirem-se com homens.»

Ler na íntegra aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:01
link do post | comentar | partilhar

A Nova Guimarães, por Eduardo Pitta
Opinião do imprescindível Eduardo Pitta, no Da Literatura: «cada vez mais a distribuição é um caos. Sucede que, já em 2009, a Guimarães editou meia centena de títulos. Mas, em livraria, eu vi três. A notável saga da Crónica da Vida Lisboeta, de Joaquim Paço d’Arcos — seis romances, publicados entre 1938 e 1956, agora reunidos em três volumes de capa dura —; o referido Dicionário Imperfeito e, por último, Pensadora entre as coisas pensadas (2008), lição do doutoramento honoris causa em Línguas e Literaturas Europeias e Americanas outorgada a Agustina pela Universidade Tor Vergata, de Roma, em edição bilingue traduzida por M. Freitas da Costa.

E afinal há um mundo por descobrir. Joaquim Paço d’Arcos (1908-1979) devia dispensar apresentações.»

Para ler na íntegra aqui.

publicado por Senhor Palomar às 07:29
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 29 de Junho de 2009
Há investimentos que compensam
Mais de duas mil bibliotecas escolares em 13 anos. Cerca de um milhão de alunos têm acesso a bibliotecas escolares.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:27
link do post | comentar | partilhar

César Bórgia, de Ivan Cloulas (Edições 70)
Apesar de se tratar de uma biografia, este volume não pertence à colecção homónima, mas sim à colecção "extra-colecção". Recorde-se que na colecção de biografias, a Edições 70 já publicou estudos de Lénine, Maquiavel, Fidel Castro, entre outros.

O actual volume chama-se "César Bórgia", e é da autoria de Ivan Cloulas.

César Bórgia, filho do papa Alexandre VI, foi para Maquiavel a encarnação do príncipe ideal do Renascimento. Com uma vida cheia de excessos, veio a morrer aos 32 anos.

Ivan Cloulas é um antigo membro da École Française de Roma e da Casa de Velázquez em Madrid, e especializou-se no estudo do período da Renascença, tendo publicado diversos estudos e biografias. Foi, pelo conjunto da sua obra, galardoado com o Grande Prémio de História da Academia Francesa.

César Bórgia, Ivan Cloulas, Edições 70. Tradução de Victor Silva. 18 €

etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 16:26
link do post | comentar | partilhar

Apresentação da trilogia de McShade, hoje, na Fnac Chiado (Lisboa)

etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 08:28
link do post | comentar | partilhar

José Carlos Fernandes na Les Inrockuptibles

Clicar na imagem para aumentar.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:12
link do post | comentar | partilhar

Quais os 100 livros essenciais que todos temos de ler
Lista do The Telegraph aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:11
link do post | comentar | partilhar

Os Meus Prémios, de Thomas Bernhard, por Sara Figueiredo Costa
« Thomas Bernhard, prolífico autor de uma das obras mais importantes da segunda metade do século XX, reuniu um conjunto de textos sobre os vários prémios que recebeu ao longo da vida, anexando-lhes alguns dos discursos que proferiu em tão solenes ocasiões. Entre a constatação da ignorância de parte considerável dos presentes nas cerimónias e o registo de algumas preocupações de cariz existencial que extravasam a temática dos prémios, a verve de Bernhard produz um discurso frontal, certeiro nos seus alvos e nada encantado pelas luzes da ribalta. Assumindo que aceita os prémios porque o dinheiro lhe faz falta, o autor de Frost não se poupa a descrições pormenorizadas, algumas hilariantes (apesar do tom sério), das cerimónias. Entre croquetes e cumprimentos, há muito pouca literatura.»

Ler na íntegra aqui.
etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 07:37
link do post | comentar | partilhar

Vian, no Le Monde
Ler aqui. [Via Cadeirão Voltaire]
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:55
link do post | comentar | partilhar

Top livros com ménage a trois
Para ver aqui.

[Via Irmão Lúcia.]

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:55
link do post | comentar | partilhar

Tudo o que precisa de saber sobre David Foster Wallace (mas não tem tempo para ler as obras)
Está num post de Rogério Casanova.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:51
link do post | comentar | partilhar

Domingo, 28 de Junho de 2009
1Q84: O novo livro de Murakami
Orwell é uma das fontes de inspiração do novo livro de Murakami. Ler no Guardian.
etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 19:31
link do post | comentar | partilhar

Ignacio del Valle
Ignacio del Valle, que está publicado em Portugal pela Porto Editora, acaba de lançar, em Espanha, «Los demonios de Berlín» (Alfaguara). Reportagem ontem no El País.
etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 19:09
link do post | comentar | partilhar

As bibliotecas mais belas do Ocidente
O Senhor Palomar tentou, mas não conseguiu duplicar aqui a apresentação flash do El Mundo que apresenta uma série de fotografias de bibliotecas, do fotógrafo turco Ahmet Ertug. Esta recolha está em exposição em Paris: «Comparadas con las bibliotecas modernas, donde los libros están en el depósito y los lectores no pueden verlos ni, menos aún, tocarlos, las antiguas son totalmente diferentes: poseen un alma. Yo lo comparo con el acto de comprar libros. Antes los comprábamos en una librería y hoy en Internet. Tocar los libros, hojearlos y tenerlos entre las manos, confiere un placer único a la lectura. Me gusta sumergirme con mi cámara fotográfica en esos espacios arquitectónicos extraordinarios, que son las bibliotecas antiguas, donde el tiempo transcurre lentamente.»

Não deixem de ver as fotografias.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 17:37
link do post | comentar | partilhar

José Saramago e a sua Fundação
José Saramago, durante uma visita à Casa dos Bicos, futura localização da Fundação, disse aos jornalista que o grande objectivo é que a Fundação José Saramago se torne «num pólo cultural de Lisboa»: «"Ao contrário do que algumas pessoas mal-intencionadas quiseram fazer acreditar, a Casa dos Bicos, que vamos ocupar, não está aqui simplesmente para glorificar a vida ou a obra do senhor Saramago, está aqui para ser útil"»

Ler no Público.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:12
link do post | comentar | partilhar

Sábado, 27 de Junho de 2009
Jorge de Sena, por António Guerreiro (Actual do Expresso)
A não perder no caderno "Actual" do Expresso (página 24) o artigo de António Guerreiro que desenvolve as recentes notícias em volta de Jorge de Sena: a doação do espólio à Biblioteca Nacional e a reedição das obras deste autor, por parte da Guimarães Editores.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 19:17
link do post | comentar | partilhar

Borges - um perfil no El País
O El País publica hoje um perfil de Jorge Luis Borges. O artigo de Manuel Vicent pode ser lido aqui.
etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 13:42
link do post | comentar | partilhar

Lançamento d'O Caderno, de José Saramago (Caminho)
O Senhor Palomar teve demasiado pudor para sequer se aproximar do Nobel português. E não se atreve a escrever uma linha sobre o assunto. Mas vale a pena observar com atenção o que escrevem José Mário Silva, Isabel Coutinho e Sara Figueiredo Costa.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:55
link do post | comentar | partilhar

As 100 melhores leituras de Verão
Lista elaborada pelo Times para conferir aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 07:41
link do post | comentar | partilhar

Finalmente Pedro Vieira explica ao Senhor Palomar o que é exactamente, e sem meias medidas, o seu blogue
Anda o Senhor Palomar há meses (anos) a tentar perceber o que é o blogue Irmão Lúcia, e eis que, (quando já perdera a esperança, remetendo-o para a categoria de inclassificável), Pedro Vieira, inspirado, apresenta uma definição para a sua plataforma. Aparentemente, trata-se de «um quase blogue na terra dos quase romances»

publicado por Senhor Palomar às 07:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Tema inevitável
Mesmo sendo este um blogue de livros, o tema é inevitável. A discussão está em todo o lado, sendo que o mais interessante é que tenha sido o Site TMZ a dar a notícia e não um dos grandes nomes do jornalismo. Para já, as vendas de discos na Amazon subiram em flecha. Os sites dos jornais bloquearam com o acesso massivo dos internautas. Primeiras páginas garantidas e alteradas à última da hora. Toda a gente tem uma opinião, toda a gente quer dar o seu testemunho.

É o início (ou a continuação) de um mito. Em breve aparecerão os livros. Muitos livros.




publicado por Senhor Palomar às 03:58
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Um dia destes um grande grupo vai querer comprar este blogue"
«Cofina quer comprar participação maioritária na Media Capital»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 03:53
link do post | comentar | partilhar

Perto da Felicidade, Richard Yates (Quetzal)

etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 03:25
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 26 de Junho de 2009
Esquerda na encruzilhada ou fora da História? - Ensaios políticos, de Eduardo Lourenço (Gradiva)

O Senhor Palomar reparou agora que nunca falou da Gradiva. O que é uma tremenda injustiça. Conotada por certos públicos com a «a editora do Rodrigues dos Santos», só o olhar menos atento poderá pensar que esta é só a editora do pivot da RTP.

A Gradiva é uma das mais respeitáveis e coerentes editoras do nosso mercado, tendo feito mais pela divulgação da ciência que o Ministério correspondente em 10 anos. Sob a batuta de Guilherme Valente, tem empreendido um elevado esforço para «trocar por miúdos» conceitos que não têm de estar só no cânone dos cientistas do MIT. Quando vai buscar autores como Crato e percebemos que a Matemática está em todo o lodo ou quando nos deixa desconfortáveis depois de ler Steiner, este editor acumula funções e está, ele próprio, a assumir o papel de Ministro da Educação. E isto só para falar de dois casos. Porque há outros: Carlos Fiolhais, João Lobo Antunes, João Caraça, ou, e este é o mote do post, Eduardo Lourenço.

Eduardo Lourenço dispensa apresentações e não será o Senhor Palomar a assumir esse atrevimento (ou risco, se o leitor preferir). Mas tem atrevimento suficiente para falar da mais recente obra do ensaísta. Em «Esquerda na encruzilhada ou fora da História?», o português radicado há muitos anos em França apresenta a sua visão da esquerda política, bebendo e dissertando das suas raízes históricas, mas igualmente das suas implicações no contexto social e económico. Sem deixar, nem outra coisa se esperaria, de falar do caso Portugal. Alguns dos capítulos da obra são bem elucidativos e deixam o Senhor Palomar a salivar: A Esquerda como Problema e como Esperança», «Para uma Esquerda sem Ilusões ou A Memória Curta», ou «Do Estado como providência —(O fim de um mito?)».

Alguns dos ensaios políticos antologiados tiveram publicação em diversos meios, como o Expresso ou o Jornal, e sua escrita feita em diversas datas.

Outras obras do autor na Gradiva (mas há mais): O Esplendor do Caos (1998), Portugal como Destino seguido de Mitologia da Saudade, (1999), A Nau de Ícaro seguido de Imagem e Miragem da Lusofonia (1999), A Europa Desencantada— para Uma Mitologia Europeia (2001); Destroços— O Gibão de Mestre Gil e Outros Ensaios (2004). O Lugar do Anjo— Ensaios Pessoanos, Gradiva, 2004.

Ler mais sobre Eduardo Lourenço aqui.

etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 14:16
link do post | comentar | partilhar

Veneza, Jan Morris (Tinta-da-China)
A não perder no Ípsilon de hoje a reportagem de Alexandra Prado Coelho dedicada a "Veneza", de Jan Morris (Tinta-da-China), que conta com testemunhos da autora. Tradução de Raquel Mouta (excelente, segundo avança o coordenador desta colecção de viagens, Carlos Vaz Marques).

Ler ainda a crítica de Eduardo Pitta, que atribui 5 estrelas à obra: «Morris adverte que não se trata de um livro de história, nem de um guia, nem sequer de uma reportagem. Ignore os avisos. O índice remissivo contém todas as referências importantes, e uma cronologia entre o ano 421 e 1960 não deixa nada de fora. O índice onomástico é precioso. Convém perceber que falamos de uma sociedade fechada: «Veneza nunca foi amada. Sempre esteve à parte, sempre foi invejada, sempre suspeita, sempre temida. [...] Era o leão que caminhava sozinho.» Ler na íntegra aqui.

O Senhor Palomar já tinha falado desta obra aqui.
etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 13:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Trilogia Millennium, por Fernando Savater
Partindo da personagem Lisbeth Salander, Savater discorre sobre algumas atípicas personagens femininas. Para ler no El País.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:23
link do post | comentar | partilhar

Vale a pena ler os clássicos?
Respostas de Ana Margarida Ramos. para o segmento infanto-juvenil.

Quanto ao tema, e de forma mais abrangente, o Senhor Palomar acha que se Calvino já for um clássico (aparentemente, e segundo declarações recentes, livros com mais de seis meses são fundo de catálogo) então sim, vale. Muito.

Via Livro de Estilo.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:22
link do post | comentar | partilhar

Entrevista: Philip Roth (31.05.2006)



etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 08:14
link do post | comentar | partilhar

CNC cede espaço inventariação do espólio de Sophia
Guilherme de Oliveira Martins, presidente do CNC, anunciou que será cedido um espaço para a inventariação do espólio de Sophia de Mello Breyner Andresen (composto por cerca de 70 caixas, com poesia, prosa, agendas, cartas, folhetos,...).

Maria Sousa Tavares, filha da poeta (e professora da Faculdade de Letras de Lisboa) estará à frente do projecto. O espólio ordenado será doado à Biblioteca Nacional em 2010.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:12
link do post | comentar | partilhar

Do Mundo Original, de Vergílio Ferreira, por João Paulo Sousa
«Desde o início, impressiona a coerência de um pensamento sobre a arte que se desenha e reitera ao longo de todos os textos. Um dos tópicos mais glosados é o da sinceridade do artista, que, na óptica do autor, serve para o distinguir de um teorizador, na medida em que as ideias podem ser discutidas e contestadas racionalmente, mas o mesmo não se pode fazer em relação a uma obra de arte: «Se uma obra de arte nos não fala, ela puramente não existe.»

Ler na íntegra aqui.
etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 08:08
link do post | comentar | partilhar

Kadaré na Folha de S. Paulo
Ler aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:44
link do post | comentar | partilhar

No teu deserto, de Miguel Sousa Tavares. Mais uns tempos e era mesmo um romance
O quase romance de Miguel Sousa Tavares (Oficina do Livro), com data de estreia para o dia 7 de Julho, está a ser trabalhado pelo autor há um ano e meio. O que levanta uma dúvida ao Senhor Palomar: o «quase diário de viagem», «quase romance de amor», se tivesse começado a ser escrito há mais tempo, ou publicado daqui a uns tempos, chegaria a ser um romance? Mesmo.

Ler mais no Ípsilon.

etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 00:32
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Não dá para trocar por uma nova Alexandria?"
«Madonna é a cantora mais bem paga»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 00:31
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 25 de Junho de 2009
Senhor Palomar recebe Prémio Lemniscata
O Senhor Palomar acaba de ser agraciado com o Prémio Lemniscata, cortesia de Margarida Baldaia do blog O noivado do Sepulcro. Este prémio tem por objectivo premiar "blogues que demonstram talento, seja nas artes, nas letras, nas ciências, na poesia ou em qualquer outra área e que, com isso, enriquecem a blogosfera e a vida dos leitores".

O Senhor Palomar agradece e deixa a sua lista de 7 blogs:
- Bibliotecário de Babel, José Mário Silva
- LERBlog, redacção da LER
- Blog da Quetzal, Quetzal.
- Blogtailors, dos Booktailors
- Da Literatura, de Eduardo Pitta
- Irmão Lúcia, de Pedro Vieira
- Jardim Assombrado, Carla Maia de Almeida

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 12:26
link do post | comentar | partilhar

Reacções na caixa de comentários do blog da LER ao último livro de Miguel Sousa Tavares, "No teu deserto"
«De Anónimo a 24 de Junho de 2009 às 11:47
Quer... dizer que o homem sempre encontrou o portátil»

«De O Homem sem Nome a 24 de Junho de 2009 às 13:51
Não. No portátil estavam as restantes 500 páginas do livro.»

«De Feirante da Ladra a 24 de Junho de 2009 às 14:39
As restantes quinhentas páginas tardam mas não faltarão, não deixeis de temer, não deixeis.»

Retirado daqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 12:18
link do post | comentar | partilhar

O Senhor Palomar atingiu ontem as 502 visitas
Muito obrigado.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:57
link do post | comentar | partilhar

Prémio "É agora que a Cultura vai ter 1% do OE?"
«Não aumentarei com certeza os impostos»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:52
link do post | comentar | partilhar

A Estocolmo da trilogia Millennium
Um passeio pelos cenários de Estocolmo da trilogia Millennium de Stieg Larsson é o que nos propõe o site El Viajero. Um exemplo: «a casa de Lisbeth se sitúa en el ático del número 9 de Fiskargatan. Un lugar que, en la vida real, resultó bastante polémico tras su construcción, pues la altura del edificio tapaba las vistas de la iglesia luterana de Katarina Bangata, situada justo detrás. El apartamento de Salander se distingue del resto por el revestimiento metálico verde que lo cubre. Desde sus ventanas es posible contemplar una espectacular vista del Báltico y de las islas de Gamla Stan, Östermalm y Djurgarden, en este orden, de izquierda a derecha.»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:51
link do post | comentar | partilhar

Os conselhos de Muñoz Molina
Muñoz Molina revela alguns dos segredos da sua oficina da escrita. Ler no El País.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:51
link do post | comentar | partilhar

Kadaré aos olhos de Bashkim Shehu
Ler no El País.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:51
link do post | comentar | partilhar

Kadaré aos olhos de Ignacio Vidal-Foch
Ler no El País.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:51
link do post | comentar | partilhar

Prémio "O Senhor Palomar coloca a sua página ao dispor. Mas só se for uma história simples"
«David Fincher pode filmar Facebook»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:50
link do post | comentar | partilhar

Teatro S. Luíz e Maria Matos revelam próxima temporada
Notícia para ler no Público.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:49
link do post | comentar | partilhar

Michel Foucault: 25 anos sobre a sua morte
O calendário assim o dita: passam hoje 25 anos sobre a morte de Michel Foucault.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:46
link do post | comentar | partilhar

Gay Talese em entrevista
A propósito da sua participação em Paraty, Gay Talese (publicado em Portugal pela Editorial Presença) deu uma entrevista à Folha de S. Paulo.

«O senhor acredita que seu estilo de escrita, que ficou conhecido como jornalismo literário, pode ser uma arma poderosa para combater a crise do jornalismo em geral - a imprensa impressa especificamente - enfrenta hoje?
Não sei se o "jornalismo literário" salvará o jornalismo tradicional como o conhecemos; mas o jornalismo sempre teve figuras literárias em suas fileiras (Ernest Hemingway [1899-1961] começou assim, como George Orwell [1903-1950], Gabriel Garcia Márquez etc.)»

Ler aqui.

etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 02:45
link do post | comentar | partilhar

As (pelo menos) aparentes contradições do mercado editorial, por Pedro Vieira
Pedro Vieira.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:45
link do post | comentar | partilhar

Michael Tolliver está vivo, de Armistead Maupi (Contraponto), por Eduardo Pitta
«Armistead Maupin é um escritor e jornalista laureado, combateu no Vietname (1967-70) como fuzileiro naval, assumiu publicamente a sua homossexualidade em 1974 e, em 2007, casou com o fotógrafo Christopher Turner. Michael Tolliver está vivo, o seu mais recente romance, chegou às livrarias portuguesas numa tradução irrepreensível de Duarte Sousa Tavares.»

Ler aqui na íntegra o texto de Eduardo Pitta.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:44
link do post | comentar | partilhar

José Saramago na BBC
Ler reportagem aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:41
link do post | comentar | partilhar

Lobo Antunes no Sapo
Ver aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:41
link do post | comentar | partilhar

O Caderno, de José Saramago, em debate. Com José Saramago, José Mário Silva e Isabel Coutinho
Hoje, pelas 18h30, na Sala Coimbra B do Tiara Park Atlantic Hotel (antigo Méridien), em Lisboa, José Mário Silva e Isabel Coutinho participarão na apresentação multimédia do mais recente livro de José Saramago: O Caderno. Esta obra recolhe posts publicados pelo Prémio Nobel no seu blogue.

O evento terá transmissão vídeo em directo, através do portal SAPO Vídeos. Os interessados poderão dirigir perguntas ao Nobel português, enviando-as para o endereço pergunteasaramago@sapo.pt.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:35
link do post | comentar | partilhar

Livro do Desassossego em filme
A Câmara Municipal de Lisboa e o realizador João Botelho assinaram um protocolo, com vista à adaptação ao cinema do “Livro do Desassossego”, de Bernardo Soares (Fernando Pessoa).

A cerimónia terá lugar no dia 6 de Julho às 18h30, na Casa Fernando Pessoa.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:31
link do post | comentar | partilhar

Será a atribuição do Prémio Príncipe das Astúrias a Kadaré uma extravagância?
Para ver no La Vanguardia.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:25
link do post | comentar | partilhar

Primeira novela erótica árabe
Desenvolvimento no La Vanguardia.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:23
link do post | comentar | partilhar

Os Surrealistas. Exposição em Lisboa
Na antiga sala Pathé Baby até 2 de Julho.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 02:06
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 24 de Junho de 2009
Prémio "Este vai ser um bom dia para ler um livro"
Qual o melhor dia para as eleições?
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 15:07
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Que João Miguel Tavares não pense fazer disto um livro"
«Ministério Público manda arquivar queixa de Sócrates contra jornalista João Miguel Tavares»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 15:04
link do post | comentar | partilhar

Prémio Príncipe das Astúrias de Letras para Ismail Kadaré
Saber mais sobre o autor albanês no El Mundo, no El País, no La Vanguardia, no Público, no blogue da Annualia - Verbo.

Obras publicadas em Portugal (pelas Publicações Dom Quixote): O Palácio dos Sonhos (1992), A Pirâmide (1994) Abril Despedaçado (2002), A Filha de Agamémnon e o Sucessor (2008) e o livro de ensaios ensaio Três Cantos Fúnebres pelo Kosovo (2002).

O Prémio Príncipe das Astúrias foi criado em 1975.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 11:00
link do post | comentar | partilhar

Saramago sobre Sabato: «Estou certo de que ao século que acabou se virá a chamar também o século de Sabato, como o de Kafka ou o de Proust»
José Saramago publica no seu caderno um texto de homenagem a Ernesto Sabato, que faz hoje noventa e oito anos.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 10:50
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Enquanto eles discutem, vou ler o Guerra e Paz"
«PS e PSD voltam a discutir provedor»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 10:29
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Pensámos no Eduardo Lourenço ou no José Gil mas estavam os dois ocupados"
«Marinho e Pinto no Clube dos Pensadores»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 10:19
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Nem sequer um livro na mão?"
«Já há oito rapazes para cantarem em nu integral»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 10:17
link do post | comentar | partilhar

Quase romance
O Senhor Palomar, que subscreve a newsletter da wook.pt, viu hoje anunciado um novo livro de Miguel Sousa Tavares.

Ao que parece, segundo a editora, trata-se de um quase romance (ver capa); mas para a newsletter da livraria online, informação que se repete na página online da livraria, o livro é mesmo um "romance". Sem o quase. Como não é claro que o "quase romance" faça parte do título, o Senhor Palomar está apreensivo e gostaria de saber em que ficamos.

O Senhor Palomar não gosta que o baralhem. A vida já é complexa o suficiente e não gosta que a ficção do dia-a-dia não seja directa e simples. O Senhor Palomar quer escolher as suas leituras de Verão e assim não consegue. O Senhor Palomar gostava de ser esclarecido, porque em breve partirá para férias. E agora o Senhor Palomar vai ver a página da concorrência para ver se percebe o que se está a passar.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 09:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

As perguntas de José Saramago a Camões que, 40 anos depois, continuam sem resposta
1. Que sabemos de ti, se versos só deixaste,
2. Que lembrança ficou no mundo que tiveste?
3. Do nascer ao morrer ganhaste os dias todos,
4. Ou perderam-te a vida os versos que fizeste?

Ler aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:35
link do post | comentar | partilhar

O regresso de Lorrie Moore, por Isabel coutinho
«A Gate at The Stairs» estará nas livrarias norte-americanas a 8 de Setembro. Lorrie Moore, autora de «Pássaros da América» e de «Como a Vida» (Relógio d’Água), não publicava desde 1998.

Segundo Isabel Coutinho, «esta pode bem vir a ser a grande obra da “rentrée”»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:17
link do post | comentar | partilhar

O que falamos quando falamos de amor, de Carver - as histórias por detrás da história
No Brasil sairá uma nova edição do livro de contos "O que falamos quando falamos de amor", de Raymond Carver, sob o título "Os iniciantes". Esta edição está de acordo com "Beginners", lançado o ano passado nos EUA.

Beginners segue a versão original entregue pelo autor ao editor Gordon Lish que, em 1981 decidiu cortar grande parte do texto do autor. Carver não concordou com as alterações e cortou relações com Lish. A iniciativa da publicação partiu de «Tess Gallagher, viúva do autor, a partir dos originais encontrados por dois acadêmicos americanos numa biblioteca da Universidade de Indiana».

Ler no Jornal do Brasil.

etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 08:16
link do post | comentar | partilhar

Escritos secretos, de Sebastian Barry (Bertrand), por José Mário Silva
«Ao alternar as entradas dos dois diários, Barry traça pouco a pouco o perfil de duas pessoas à beira da desintegração. Roseanne, vítima há várias décadas de uma história de vingança familiar que levou ao seu internamento à força, a pretexto de uma loucura inexistente, agarra-se ao passado com unhas e dentes, tentando resgatar uma versão dos factos que a memória – falível – pode ter entretanto distorcido. A Irlanda que emerge deste relato é escura, brutal, sangrenta, com o ódio entre católicos e protestantes a envenenar tudo, mas há também momentos de um lirismo luminoso, como se o negrume e a mais pura beleza fossem duas faces da mesma moeda.»

Ler na íntegra aqui.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:15
link do post | comentar | partilhar

Apresentação da Biografia de Eça de Queirós, por Maria Filomena Mónica (Quetzal)
Hoje, na Bertrand do Chiado, pelas 18h30, será feita a apresentação da biografia de Eça de Queirós, de Maria Filomena Mónica (Quetzal). Estarão ainda presentes António Sousa Homem e Francisco José Viegas - o que não será fácil.

Se o livro não fosse já suficiente para a caminhada, informa-se que serão servidas queijadas de Sintra e licores. O Senhor Palomar estará presente.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:12
link do post | comentar | partilhar

Inéditos de Fernando Pessoa em livro. Lançamento hoje, pelas 18h30, na Casa Fernando Pessoa (Lisboa)
Hoje, na Casa Fernando Pessoa será apresentado «Fernando Pessoa: O Guardador de Papéis», com organização de Jerónimo Pizarro. A obra, que conta com inéditos de Fernando Pessoa, será apresentada por Inês Pedrosa.

Alguns dos inéditos incluem «um texto inédito sobre o encontro de Fernando Pessoa e Crowley, textos inéditos que revelam a posição do poeta em relação às aparições de Fátima (que na época gerou alguma polémica junto do episcopado), escritos que revelam Pessoa igualmente como escritor e leitor de romances policiais, assim como algumas curiosidades como a publicação da certidão de nascimento do poeta e das notas de Pessoa para 'regras de vida', entre outros», lê-se na nota de imprensa.

Uma edição da Texto Editores (via chancela Alfarrábio), com organização de Jerónimo Pizarro, doutor em Linguística Portuguesa, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, e em Literaturas Hispânicas, pela Faculdade de Artes e Ciências da Universidade de Harvard.

Os textos foram recolhidos por José Barreto, Steffen Dix, Patricio Ferrari, Sara Afonso Ferreira, Ana Maria Freitas, Carla Gago, Manuela Nogueira, Rita Patrício e Jerónimo Pizarro.
etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 08:12
link do post | comentar | partilhar

Não é só Saramago a achar que a Internet poderá ter repercussões perniciosas para os livros, a leitura, a escrita.
Ler na Revista N as declarações de Ray Bradbury que manda para o inferno a Internet.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 01:29
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 23 de Junho de 2009
Doutoramento Honoris Causa para Vargas Llosa
Notícia para ler aqui. Durante a cerimónia, o autor, publicado em Portugal pela Dom Quixote, confessou que sempre pensou que nunca encontraria um editor que aceitasse publicar as suas obras.

[Via Moleskine Literário]

etiquetas: , ,

publicado por Senhor Palomar às 23:51
link do post | comentar | partilhar

Entrevista a Philip Roth na revista Ñ
«Políticamente incorrecto» é o título da entrevista. O senhor Palomar chama a isto uma redundância. A não perder, claro. Excerto:

«En los libros desde mediados de los '90 en adelante, los desenlaces suelen ser provisorios, incluso los que llegan al promediar el libro, mediante las diversas ambigüedades propias de la realidad: hay diálogos imaginarios, conjeturas e hipótesis que e dan por buenas; sueños, fantasías, imposturas... Ficciones multiplicada en espejo.
Pero eso es la invención. Yo nunca me trazo un argumento de principio a fin, me dejo llevar por el envión, me sumerjo. No podría decirle por dónde comienzo; si lo supiera no seguiría siendo tan difícil. ¡Cada vez empiezo de cero! Tengo una noción de cierto personaje en una situación complicada. Cada narración surge de un personaje en una situación inédita para la que no está preparado. La clave al escribir es encontrar, sin un plan, por puro instinto –y éste es el don– el personaje adecuado a cada predicamento. En Pastoral americana , el sueco Levov debe enfrentarse con la noticia de que su dulce hijita se convirtió en una terrorista urbana: él no está preparado para lo que significarán los años '60 en los Estados Unidos. Ningún ser humano está preparado para lo que debe enfrentar en su vida.»

Imagem de um Roth despenteado retirada do mesmo artigo (link acima).

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:45
link do post | comentar | partilhar

Reedição dos textos de Martin Luther King
Para ler no Guardian.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:26
link do post | comentar | partilhar

Jordânia: poeta Islam Samhan condenado a prisão
Samhan é acusado de citar o Corão de forma insultuosa. Ler aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:24
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Vem aí mais uma reconstrução de Alexandria em formato jogador da bola"
«Manchester United terá encontrado substituto de Cristiano Ronaldo»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:22
link do post | comentar | partilhar

Prémio "A recolher material para mais um livro"
«Paulo Rangel eleito vice-presidente do PPE»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:17
link do post | comentar | partilhar

Prémio "A vida destes tipos dava um filme, perdão, um livro"
«Vilarinho rejeita pedido de afastamento de Vieira»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:15
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Esperamos igual medida para as bibliotecas"
«Museus voltam a ter horário alargado às quintas-feiras no Verão»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:12
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Que se segue? a entrada no mercado editorial?"
«PT pode avançar já amanhã com entrada no capital da dona da TVI»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 23:11
link do post | comentar | partilhar

Combo, de João Paulo Cotrim e João Fazenda (Assírio e Alvim)
João Fazenda continua a dar cor aos livros da Assírio e Alvim. Depois da trilogia Dennis McShade, chega a vez do livro de João Paulo Cotrim, intitulado "Combo", dedicado à obra do ilustrador. Esta obra tem a particularidade de a sobrecapa, desdobrada, fazer um poster.

Mais informações sobre o livro aqui.

etiquetas: , ,

publicado por Senhor Palomar às 23:04
link do post | comentar | partilhar

Mais dois livros de Slavoj Zizek
Ler na LER.
etiquetas: ,

publicado por Senhor Palomar às 21:25
link do post | comentar | partilhar

O Senhor Palomar está envergonhado
O Senhor Palomar fica grato, mas apenas está cá para ajudar. Ainda assim, não pode deixar de ficar sensibilizado, pois indispensável é uma palavra muito forte. Um abraço, caro Tiago. Um abraço. E obrigado.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 20:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Livraria Poesia incompleta em Itália
Suketu Mehta, que esteve em Portugal por ocasião do congresso de Jornalismo Literário da Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, autor de Maximum City, escreveu sobre a livraria Poesia Incompleta. O artigo foi publicado no jornal italiano L’Espresso.

A Livraria Poesia incompleta dedica-se em exclusivo à comercialização (palavra feia para um espaço tão belo) de livros de poesia.

A fotografia é retirada do blog da livraria (link acima).

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 13:57
link do post | comentar | partilhar

Biografia de David Foster Wallace
Será escrita pelo jornalista T.D. Max, com edição da Viking. Ler no Guardian.

Via LER.

etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 13:55
link do post | comentar | partilhar

Boris Vian no La Vanguardia
Aqui.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 11:32
link do post | comentar | partilhar

Prémio "Afinal dava para destruir e voltar a reconstruir Alexandria. Várias vezes"
«200 milhões de euros, pelos vistos, era pouco. Segundo o jornal espanhol "Marca", a verdadeira cláusula de rescisão de Cristiano Ronaldo é ainda mais astronómica: mil milhões de euros (1.000.000.000)»
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 11:26
link do post | comentar | partilhar

Jesusalém, de Mia Couto, hoje nas bancas (Editorial Caminho)

Jesusalém é o mais recente livro de Mia Couto.

Eis a sinopse divulgada pela editora à imprensa: « Profundamente abalado pela morte da mulher, Dordalma, aquela que era "um bocadinho mulata", Silvestre Vitalício afasta-se da cidade e do mundo. Com os dois filhos Mwanito e Ntumzi, mais o criado ex-militar Zacarias Kalash, faz-se transportar pelo cunhado Aproximado para o lugar mais remoto e inalcançável.

Aí, numa velha coutada de caça em ruínas, funda o seu refúgio, a que dá o nome de Jesusalém, porque a vida é demasiado preciosa para ser esbanjada num mundo desencantado".

Assim começa este novo romance de Mia Couto. Mas apenas começa, porque a vida, e a imaginação do autor, quando se combinam, como é aqui o caso, produzem os efeitos mais inesperados e surpreendentes.»

Para promover a obra, Mia Couto estará em Portugal entre 12 e 25 de Julho.
etiquetas:

publicado por Senhor Palomar às 08:22
link do post | comentar | partilhar

pesquisar
 
posts recentes

O movimento dos leitores ...

Freud e Jung, por Cronenb...

Sabor a Brasil.

Amalfitano.

Molly Bloom.

ligações
etiquetas

agradecimentos e referências ao sr. palo(76)

alêtheia(2)

angelus novus(3)

antígona(5)

assírio e alvim(9)

autores(508)

bertrand(7)

bibliotecas(5)

campo das letras(2)

casa das letras(2)

contraponto(1)

da literatura e de outras artes(58)

desaparecimentos(3)

design editorial(2)

divulgação(49)

e agora para algo completamente diferent(9)

edições 70(4)

edições nélson de matos(1)

editorial presença(8)

efemérides(2)

escritor é um bicho violento(6)

estado(1)

eventos(7)

fixações listas tops e directórios do sr(80)

gradiva(3)

guerra e paz(2)

guimarães editores(5)

histórias do livro(53)

leya asa(2)

leya caminho(11)

leya lua de papel(3)

leya oceanos(8)

leya publicações dom quixote(35)

leya teorema(11)

livreiros e livrarias(2)

livro de reclamações(1)

livro electrónico e outros gadgets(10)

livros(188)

manifestos(6)

nova vega(1)

o esplendor de portugal(1)

o senhor palomar agradece(8)

o senhor palomar ainda vai à bancarrota(1)

o senhor palomar confessa-se(34)

o senhor palomar dialoga(2)

o senhor palomar é falível e erra(3)

o senhor palomar entrevista(1)

o senhor palomar está ao serviço da comu(2)

o senhor palomar faz serviço público(1)

o senhor palomar não gosta de dar estas(1)

o senhor palomar recomenda(24)

o senhor palomar reflecte(1)

o senhor palomar responde(1)

o senhor palomar tem dúvidas(16)

o senhor palomar vai a votos(1)

oficina do livro(2)

penguin(1)

planeta(1)

polémicas(54)

porto editora(14)

prémios e distinções(29)

profissionais da edição(9)

quetzal editores(26)

quidnovi(1)

recensão literária(57)

relógio d'água(6)

revistas imprensa magazines(13)

saída de emergência(1)

sextante editora(1)

teatro(2)

tendências e géneros(14)

tinta-da-china(7)

todas as tags